Israel confirma que português refém do Hamas está morto.

Um português mantido refém pelo Hamas em Gaza desde o ataque de 7 de outubro está morto. A informação foi avançada pelo governo israelita na rede social X (antigo Twitter).

“É com grande pesar que comunicamos que Dror Or, raptado pelo Hamas em 7 de outubro, foi confirmado como tendo sido assassinado e que o seu corpo está em Gaza”, pode ler-se.

A mulher do português, Yonat, morreu no ataque inicial e dois dos três filhos, Noam e Alma, de 17 e 13 anos, foram raptados e depois libertados a 25 de novembro, no âmbito de um acordo de cessar-fogo e de troca de reféns por prisioneiros entre Israel e o Hamas, refere o The Guardian.

Rolar para cima