Em 17 de junho de 2000, na cidade neerlandesa de Arnhem, o então médio do Mónaco ‘voou’ sobre os centrais e deu a vitória a Portugal sobre a Roménia (1-0), aos 90+5 minutos, num golo que valeu o prematuro apuramento de Portugal para os ‘quartos’.

O encontro contava para a segunda jornada do Grupo A e a formação comandada por Humberto Coelho selou desde logo a qualificação, uma vez que, na estreia, tinha vencido por 3-2 face à Inglaterra, depois de estar a perder por 2-0.

Com um lugar nos ‘quartos’ selado, Portugal jogou depois com uma equipa alternativa face à Alemanha – que precisava de vencer e acabou eliminada – e ganhou por 3-0, com um inesquecível ‘hat-trick’ de Sérgio Conceição.

Agora, 24 anos depois, foi Francisco Conceição, um dos filhos de Sérgio Conceição – que nesse embate do Euro2000 face aos romenos foi suplente utilizado -, a decidir, com um golo aos 90+2 minutos, depois de apenas ter entrado aos 90.

Em Leipzig, os checos marcaram primeiro, por intermédio de Lukás Provod, aos 62 minutos, com Portugal a restabelecer a igualdade graças a um autogolo de Robin Hranác, aos 69.

Entre os tentos de Costinha e Francisco Conceição, a formação portuguesa conseguiu mais quarto no período de descontos finais, mas nenhum mudou um empate para vitória ou um desaire para igualdade.