Cristina Ferreira faz confissão a Jacques Costa após te sido expulso do Big Brother pelo “BIG”

Via que estava triste e frustrada (…). Mantive minha porta sempre aberta e procurei sempre a porta dos outros. As conversas surgiam porque havia curiosidade… não falei das casas de banho. Eu apenas ia comentando”, começou por esclarecer, referindo-se às acusações de Catarina Miranda.

A convidada partilhou que já foi vítima de violência física e psicológica devido à forma como se veste. “Sei que minha presença já irrita”, desabafou Jacques Costa. Quando questionada se achava que fez um bom trabalho em esclarecer aos telespectadores o que significa ser não-binário, respondeu afirmativamente. “Acho que fiz muito bem, na verdade, já recebi imenso feedback positivo das pessoas da comunidade”, destacou.

Cristina Ferreira interrompeu e expressou sua opinião: “Não gosto muito da palavra comunidade e acho até muito redutora. Somos todos a comunidade”, confessou Cristina ferreira.

“Ao passarmos por certas situações, só quem as vivencia compreende. Temos experiências partilhadas e acaba por ser isso que nos une enquanto comunidade”, justificou Jacques Costa. “Minha identidade como pessoa não define minha orientação sexual”, concluiu. 

Rolar para cima